Uso de fertilizantes e reguladores de crescimento na produção de mudas de brócolis

ARIEL SANTIVANEZ AGUILAR, Angélica Cristina OLIVEIRA SILVA, Roberta Camargos de Oliveira, João Eduardo Ribeiro da Silva, José Magno Queiroz Luz, Leonardo Humberto Silva e Castro

Resumo


O brócolis tem grande importância na alimentação humana devido a quantidade consumida, seu alto valor nutricional e sua elevada produtividade. A produção de mudas é uma das etapas mais importantes do seu sistema produtivo, pois influencia diretamente no desempenho final da cultura. Dessa forma,  objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de fertilizantes minerais, fertilizantes organominerais e regulador de crescimento na produção de mudas de brócolis Piracicaba Precoce. O delineamento foi o de blocos casualisados com quatro repetições. Foram testados seis tratamentos (fertilizantes isolados compondo um NPK; regulador de crescimento, composto pelos macronutrientes NPK e 400 ppm de auxina (com a mesma quantidade de NPK do fertilizante utilizado); um fertilizante organomineral- F.O. 1; fertilizante organomineral- F.O. 2, um tratamento com o fertilizante  Sulfato de zinco (ZnSO4) e a testemunha). Com exceção do número de folhas, as variáveis analisadas não apresentam diferenças significativas quanto a aplicação de fertilizantes minerais, organominerais e fonte fornecedora de auxina. A aplicação de produtos que contém apenas nutrientes (NPK, Sulfato de zinco e a testemunha) favorece o acréscimo de número de folhas, no desenvolvimento inicial. A partir dos resultados percebe-se a necessidade de mais investigações quanto a ação dos produtos utilizados, especialmente mediante dosagens a fim de verificar a resposta do brocólis frente a ação de reguladores vegetais associados e isolados, bem como a importância em utilizar o carbono orgânico como estimulador vegetal.

Palavras-chave


Brassica oleracea, organominerais, fitotecnia

Texto completo:

PDF

Referências


ARES, A.M.; NOZAL, M.J.; BERNAL, J.L.; BERNAL, J. Optimized extraction, separation and quantification of twelve intact glucosinolates in broccoli leaves. Food Chemistry, Barking, v. 152, p. 66–74, 2014.

AZEVEDO et al., 2011. Efeitos dos ácidos húmicos e fúlvicos na qualidade da Lactuca sativa L. (alface) em relação às concentrações de clorofila e teor de cálcio e magnésio. Disponível em Acesso em: 10 jul. 2014

BENÍCIO, L.P.F.; REI, A.F.B.; REIS, A.F.B.; RODRIGUES, H.V.M. Diferentes concentrações de biofertilizante foliar na formação de mudas de quiabeiro. Revista Verde, Mossoró, v.6, n.5, p. 92 – 98, 2011.

CAETANO, L.C.S. A cultura da alface: perspectivas, tecnologias e viabilidade. Niterói: PESAGRO-RIO, 2001. 23 p. (PESAGRORIO.Documentos, 78).

FNP CONSULTORIA & COMÉRCIO. Agrianual 2009: anuário da agricultura brasileira. São Paulo: FNP Consultoria & Comércio, 2009. p.235-258.

DAVIES, P. J. Plant hormones: physiology, biochemistry and molecular biology. 2ª ed. London: Klumer Academic Publishers, 1995. 833p.

FERREIRA, W.R.; RANAL, M.A.; FILGUEIRA, F.A.R. Fertilizantes e espaçamento entre plantas na produtividade da couve-da-malásia. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 4, p. 635-640, 2002.

FERREIRA, G.; COSTA, P.N.; FERRARI, T.B.; RODRIGUES, J.D.; BRAGA, J.F.; JESUS, F.A. Emergência e desenvolvimento de plântulas de maracujazeiro azedo oriundas de sementes tratadas com bioestimulante. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 29, n. 3, p. 595-599, 2007.

KRIKORIAN, A. D.; KELLY, K.; SMITH, D. L. Hormones in tissue culture and micropropagation. In: DAVIES, P.J. (ed.) Plants hormones and their role in plant growth and development. Dordrecht: Martinus Nijhoff, 1987, p. 593-613.

LANA, A.M.Q.; LANA, R.M.Q.; GOZUEN, C.F.; BONOTTO, I.; TREVISAN, L.R. Aplicação de reguladores de crescimento na cultura do feijoeiro. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 25, n. 1, p. 13-20, 2009.

MÓGOR, A.F. Potencial de uso de bioestimulantes na horticultura. AgroAnalysis, Julho de 2010. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2014.

SILVA, S.S.; ARAÚJO NETO, S.E.; KUSDRA, J.F.; FERREIRA, R.L.F. Produção orgânica de mudas de couve-manteiga em substratos à base de coprolito de minhoca. Caatinga, Mossoró, v.20, n.4, p.78-83, 2007.

SILVA, C.P.; GARCIA, K.G.V.; SILVA, R.M.; OLIVEIRA, L.A.A.; TOSTA, M.S. Desenvolvimento inicial de mudas de couve-folha em função do uso de extrato de alga (Ascophyllum nodosum). Revista Verde, Mossoró, v.6, n.1, p. 07-11, 2012.

SOUZA, R. J.; FERREIRA, A. A. Produção de mudas de hortaliças em bandejas: economia de sementes e defensivos. A Lavoura, n. 623, p. 19-21, 1997.




DOI: https://doi.org/10.12661/pap.2017.012

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Pesquisa Agropecuária Pernambucana
ISSN 0100-8501 (impresso)
ISSN 2446-8053 (online)


Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA)
Av. General San Martin, 1371
Bongi, Recife, PE, CEP 50761-000
revista.pap@ipa.br