Produção de coentro em diferentes espaçamentos dos canais hidropônicos

CLÁUDIO SILVA SOARES, JENEILSON ALVES DA SILVA, GILDEVÂNIO NUNES DA SILVA

Resumo


O coentro é uma das hortaliças mais consumidas no nordeste brasileiro e pode ser produzida tanto de maneira convencional quanto por meio da hidroponia. O objetivo foi avaliar a produção de cultivares de coentro no agreste paraibano, em diferentes canais de cultivo hidropônico. O trabalho foi realizado no Campus II da UEPB e seguiu delineamento de blocos ao acaso em esquema fatorial 2x2x2, sendo dois cultivares de coentro (Verdão e Tabocas), duas quantidades de sementes por espuma fenólica (5 e 8), dois espaçamentos de cultivo (0,10m x 0,10m e 0,25m x 0,30m) e quatro blocos. Foi utilizado o sistema hidropônico NFT. A solução nutritiva foi composta pelo produto Hidrogood Fert® (Composto + Cálcio + Ferro). O cultivo foi realizado em espuma fenólica (2x2x2 cm), sendo cada espuma disposta nos canais com espaçamentos variando conforme aquele utilizado (0,25m x 0,30m – 90 mm; 0,10m x 0,10m – 58 mm). Cada bancada de cultivo (8 canais de 4,5 m) representou um tipo de canal de irrigação. Aos 32 dias após a semeadura, foram analisadas as seguintes variáveis: altura da planta, número de hastes, fitomassa verde e seca da parte aérea, produtividade e fitomassa seca da raiz. As médias dos parâmetros foram submetidas à análise de variância pelo teste F a 5% de probabilidade e submetidas ao teste de Tukey para comparação das médias. O melhor resultado foi verificado quando se usou 8 sementes por espuma no espaçamento de 0,10m x 0,10m (canal de 58 mm).


Palavras-chave


NFT, Coriandrum sativum, agreste

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ALVES, M.S. Estratégias de usos de águas salobras no cultivo de hortaliças folhosas em sistema hidropônico NFT. 2011. 100f.;il. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas. Cruz das Almas - Bahia. 2011.

BERTINI, C.H.M. et al. Desempenho agronômico e divergência genética de genótipos de coentro. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 409-416, 2010.

COSTA, J. S; JUNQUEIRA, A. M. R. Diagnóstico do cultivo hidropônico de hortaliças na região do Distrito Federal. Horticultura Brasileira, Brasília-DF, v. 18, n. 01, p. 49-52, 2000.

FAQUIM, V.; FURLANI, P. R. Cultivo de hortaliças de folhas em hidroponia em ambiente protegido. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v. 20, n. 200/201, p. 99-104, 1999.

FERREIRA, D.F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 35, n.6, p. 1039-1042, 2011.

JESUS FILHO, J. D. Hidroponia de plantas aromáticas, condimentares e medicinais. São Paulo: Vídeo Par, 2000. 27 p. (Manual técnico).

LIMA, J.S.S. et al. Desempenho agroeconômico de coentro em função de espaçamentos e em dois cultivos. Revista Ciên. Agronômica, Fortaleza, v.38, n.4, p.407-413, 2007.

LUZ, J.M.Q. et al. Produção hidropônica de coentro e salsa crespa sob concentrações de solução nutritiva e posições das plantas nos perfis hidropônicos. Biosci. Journal., Uberlândia, v. 28, n. 4, p. 589-597, 2012.

MEDEIROS, J.F. et al. Efeitos da qualidade da água de irrigação sobre o coentro cultivado em substrato inicialmente salino. Revista Brasileira de Eng. Agrícola e Ambiental, n.2, p.22-26, 1998.

NASCIMENTO, W.M.; PEREIRA, R.S. Coentro: a hortaliça de mil e uma utilidades. Horticultura Brasileira, Brasília, v.23, 2005.

PEREIRA, R.S.; MUNIZ, M.F.B.; NASCIMENTO, WM. Aspectos relacionados a qualidade de sementes de coentro. Horticultura Brasileira, Brasília, v.23, n.3, 2005.

PEREIRA, R.S.; NASCIMENTO, W.M. Avaliação da qualidade física e fisiológica de sementes de coentro. Horticultura Brasileira, v.21, suplemento CD-Rom, 2003.

SILVESTRE, M.A. et al. Desempenho agronômico do coentro fertilizado com mata-pasto. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v.8, n.4, p 55-59, 2012.




DOI: https://doi.org/10.12661/pap.2017.001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Pesquisa Agropecuária Pernambucana
ISSN 0100-8501 (impresso)
ISSN 2446-8053 (online)


Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA)
Av. General San Martin, 1371
Bongi, Recife, PE, CEP 50761-000
revista.pap@ipa.br