Aspectos biológicos de espécies de Isaria (Persoon) após infecção sobre Sitophilus zeamais Motschulsky (Coleoptera: Curculionidae)

Rosineide da Silva Lopes, Geiziquele de Lima, Luciana Gonçalves de Oliveira, Antonio Félix da Costa, Maria Tereza dos Santos Correia, Elza Áurea de Luna Alves Lima, Vera Lúcia de Menezes Lima

Resumo


O objetivo do trabalho foi analisar os aspectos biológicos de Isaria farinosa, I. javanica e I. fumosorosea antes e após infecção de Sitophilus zeamais. Insetos adultos, infectados com as linhagens das três espécies em laboratório, foram semeados em meio Sabouraud (SAB) com cloranfenicol e, após 12 dias, os reisolados foram comparados com as linhagens não inoculadas nos insetos, por meio de avaliação das microestruturas, germinação dos conídios, crescimento micelial e produção de conídios. Esses experimentos foram conduzidos à temperatura de 28 ±1o C. Os reisolados dos fungos produziram conidióforos, conídios e apressórios em maior quantidade em relação às linhagens-padrão. Constatou-se diferença estatística na germinação das linhagens antes e após o reisolamento, exceto de I. javanica URM4993 e I. fumosorosea ESALQ1296. Todos os reisolados diferiram das demais linhagens, sendo que o crescimento micelial foi maior do que os das linhagens-padrão. Houve diferença estatística entre a média da esporulação das linhagens-padrão e dos respectivos reisolados, exceto I. farinosa ESALQ1355, mas o reisolado produziu maior quantidade de conídios. Estes resultados indicam o revigoramento e a viabilidade desses fungos após o reisolamento a partir de S. zeamais, sugerindo sua produção para testes no controle do inseto in vitro e em campo.

Palavras-chave


Controle biológico, revigoramento, fungos entomopatogênicos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12661/pap.2016.006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Pesquisa Agropecuária Pernambucana
ISSN 0100-8501 (impresso)
ISSN 2446-8053 (online)


Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA)
Av. General San Martin, 1371
Bongi, Recife, PE, CEP 50761-000
revista.pap@ipa.br