Classificação de populações de milho quanto a eficiência e resposta ao uso de fósforo

Rodrigo Ribeiro Fidelis, Manoel Mota dos Santos, Gil Rodrigues dos Santos, Rubens Ribeiro da Silva, Danilo Alves Veloso

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo selecionar os genótipos mais eficientes na absorção e utilização de fósforo em solos de cerrado na safrinha. O ensaio foi constituído de 47 tratamentos(genótipos) e foi conduzido na área experimental da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Gurupi, durante o ano de 2004. Para simular ambientes com baixo e alto nível de fósforo, foram utilizadas doses de 25 e 113 kg ha–1 de P2O5 na semeadura, respectivamente. Para identificar as cultivares adequados aos ambientes, utilizou-se metodologia que sugerem a classificação das cultivares quanto à eficiência no uso e resposta à aplicação do fósforo (eficiência e resposta) segundo metodologia de Fageria e Kluthcouski (1980). Concluiu-se que os genótipos eficientes na absorção e utilização de fósforo e responsivos ao incremento de P foram UFVM77-0331, UFVM77-0307, UFVM77-0333, UFVM77-0381, UFVM77-0313, UFVM77-0305, UFVM77-0377 e UFVM77-0345.

Palavras-chave


Zea mays, estresse mineral, melhoramento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12661/pap.2014.009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Pesquisa Agropecuária Pernambucana
ISSN 0100-8501 (impresso)
ISSN 2446-8053 (online)


Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA)
Av. General San Martin, 1371
Bongi, Recife, PE, CEP 50761-000
revista.pap@ipa.br